Grupo de Trabalho Sistemas de Informação em Museus – BAD

Ontem foi dia de apresentação do GT-SIM no congresso da BAD. Confesso que estava à espera de menos audiência porque a concorrência de outros painéis, muito interessantes como poderão ver no programa, era forte e o tema em discussão, os sistemas de informação em museus, não tem estado no centro da atenção da BAD até muito recentemente.

Eu, a Luísa Alvim, a Teresa Campos, a Leonor Antunes e o Diogo Gaspar fizemos diferentes comunicações sobre o tema (das quais um ponto comum que quero aqui salientar se prende com a integração dos sistemas – Arquivos, Bibliotecas e Museus) e o debate foi também participado, embora se tivesse centrado muito (demasiado na minha opinião) na questão da digitalização e nas diferentes perspectivas que cada um de nós tem sobre este conceito. Ficaram por discutir importantes assuntos, como a importância dos arquivos enquanto colecções de museus, levantado pelo Diogo Gaspar, a normalização, o investimento e avaliação neste sector, a participação através das ferramentas tecnológicas de todos no processo de documentação, etc. No entanto, foi a primeira vez que se organizou este painel na BAD (segundo sei… espero não estar a cometer nenhuma injustiça) e não nos faltarão, estou certo, oportunidades de debater estas e outras questões.

Aproveito para vos deixar com uma foto que me tiraram (não conheço o(a) autor(a) que é paradigmática do meu discurso (chato eu sei) desde há alguns anos até agora. Vejam lá se fiquei bem com a normalização ali ao lado!

Congresso BAD - GT-SIM

PS: a foto é uma partilha da Conceição Serôdio no FB. Obrigado Conceição pela organização e pela foto.