Da decência nas cedê...

Comecei a escrever este texto após as primeiras notícias sobre o caso da cedência das obras do Museu Nacional dos Cohces para o hotel em Alter do Chão e muito antes de se despoletar todo o drama relativo ao COVID-19. Ainda assim, pela importância do tema, resolvi voltar a ele e deixar aqui...

E agora – Inês Fialho Brandão

Isto é difícil.  Para quem trabalha em museus por vocação, a ordem de fechar portas imediatamente por um período indeterminado, mesmo se antecipada, é um choque emocional. Para a maioria de nós esta é a primeira vez que uma emergência destas acontece.  Não temos escolha senão recompormo-nos rapidamente porque o encerramento sine die de uma instituição que existe porque há objetos a cuidar para os poder mostrar aos outros da melhor maneira que sabemos requer um sem fim de ações para acautelar a segurança e conservação de bens, instalações e equipas.  (Bendito plano de emergência). A mim, a ordem chegou na...

O que há num nome?

O que é aquilo? Como é que eu identifico aquele objecto? O que lhe devo chamar? Como devemos chamar aos objectos que temos nas nossas colecções? Para que é que isto interessa? A quem é que isto interessa? Há muito tempo atrás, ainda trabalhava no Museu de Aveiro, ouvi pela primeira vez a palavra “cibório”. Se não me atraiçoa a memória, foi nas reservas do Museu, à procura de um outro objecto qualquer para uma exposição, e foi um comentário de um colega, muito conhecedor da colecção, sobre a beleza de um cibório, que vendo a minha cara de ignorância logo completou… “a píxide… aí à tua frente!”. Na altura...

Boas Festas Dez24

Boas Festas

Printed Christmas Card sent from the Ithon Road Presbyterian Church, Llandrindod Wells Xmas, 1917, “to the members of our Church and Congregation who are with His Majesty’s Forces”, received by Walter Powell. (Registo da Europeana) Este ano deparei-me com este postal de Natal numa das pesquisas na Europeana e lembrei-me dos sacrifícios, hoje muito esquecidos, para que pudéssemos viver num mundo melhor! A minha mensagem de Natal, para todos nós, é que sejam os museus a não deixar esquecer esses sacrifícios, a reafirmar as diferentes lutas que travamos, a liderar as que ainda temos que fazer e a trazer para a linha da frente...

Definir “Museu” Out12

Definir “Museu...

Há já algum tempo que a definição de museu de lá de casa está fixada. É o local onde o pai, ou melhor, para onde o pai trabalha. Além disso é o local onde vamos para aprender (ou pelo menos tentar), para nos divertir e para conhecer objectos e, através destes, a História, o nosso passado...

A colecção (meia) desaparecida

Trabalho com questões de inventário e gestão de colecções há mais de 20 anos. Sim, eu sei, estou velho! Mas esta velhice, dá-me um pouco de experiência e conhecimento de terreno para vos dizer que a colecção (meia) desaparecida, ou melhor, as 170 obras da colecção SEC cuja localização exacta é desconhecida, não é de todo caso único no país (ou mesmo no estrangeiro, esse local onde tudo é uma delícia de tão avançado que vai)! Mas vamos por partes. A Colecção SEC, ou melhor, a Colecção de Arte Contemporânea do Ministério da Cultura (a sigla SEC vem dos tempos da Secretaria de Estado da Cultura) é o resultado de várias aquisições do Estado,...

Notre Dame

Não há como descrever a sensação de perda quando vemos, em directo, através da redes sociais e da televisão, o incêndio na Catedral de Notre Dame de Paris. Incêndio 2019 – Notre Dame | Foto: Geoffroy Van Der Hasselt/AFP Eu sei, agora todos nós sabemos, que a mais famosa catedral...

MBA em Gestão de Museus SP

A Associação Brasileira de Gestão Cultural, a Universidade Cândido Mendes e a Expomus organizam, com o apoio do Museu da Imigração do Estado de São Paulo e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo o MBA em Gestão de Museus SP. De acordo com a documentação sobre o curso que me foi enviada, este MBA é um curso de especialização em Museologia com foco curricular em Gestão e Comunicação de museus, que tem como propósito preencher a crescente lacuna deste campo profissional no mercado de trabalho, especificamente nas áreas de gestão, planeamento e sustentabilidade económica dos museus. O curso pretende...

O porta-chaves do meu pai e o paradoxo do Museu da...

O meu pai usou sempre o mesmo porta-chaves. Daqueles de bolso, em cabedal, que se fecham com duas molas e lá dentro têm um suporte metálico para vários ganchos, dispostos lado a lado. Sabem a que me estou a referir, sobretudo se forem da minha ou da geração anterior. Lembro-me muito bem dos gestos do meu pai associados a esse porta-chaves. Ao aproximar-se da porta, tirava-o do bolso, abria, escolhia a chave pretendida e puxava o respetivo gancho na vertical para a  destacar das outras. Enfiava a chave na fechadura, rodava e, já do outro lado da porta, repetia os mesmos passos por ordem inversa. Mas com variantes nos gestos: para voltar...

Reunião de Inverno d...

Nos próximos dias 7,8 e 9 de Fevereiro a direcção do CIDOC realizará a sua reunião de inverno na Faculdade de Letras da Universidade do Porto que muito amavelmente respondeu positivamente ao pedido que fiz para nos receber, tal como seria de esperar, numa instituição que este ano comemora 25...