Tags

Related Posts

Share This

Juliana Rodrigues Alves – Defesa de Doutoramento

Parece que foi ontem, sentado na mesa de reuniões da sala do Gabriel na Estação da Luz, em São Paulo, que tive a primeira conversa com a Ju. Parece que foi ontem, mas acho que aquilo aconteceu há uns bons 7 ou 8 anos atrás e, desde então, o mundo deu umas voltas grandes.

A Ju deu-me nesse dia o privilégio de poder ser orientador da tese de doutoramento que estava a pensar em fazer. Recordo-me bem de ter dito que achava muito interessante o tema e que teria todo o gosto em ajudar no que estivesse ao meu alcance. Hoje, a esta distância, vejo que foi a Ju que me ajudou bem mais e que é o sonho de qualquer orientador. Um poço de vontade e dedicação sem fundo, a mais organizada das investigadoras, a mais ciente das dificuldades e dos obstáculos pela frente, a mais trabalhadora, enfim… apenas a vontade de deixar tudo perfeito, conseguiu que se atrasasse na redação do texto e fez com que tivéssemos de andar a ler a tese a velocidade elevada para cumprir os prazos de entrega. No meio disto tudo foi mãe!

Se tal não bastasse para sentir o maior orgulho na Ju e no seu trabalho, durante o período de investigação colaborou com a BAD, com o CIDOC, comigo aqui e ali, com o Mu.SA, enfim… nem vos conto.

Juliana Rodrigues Alves

Agora que chegamos a este ponto, podem todos vocês assistir (online) e deixar os vossos parabéns à Ju, por esta excelência de trabalho que irá defender no próximo dia 26 de outubro de 2020 às 14h30m na Sala de Reuniões da FLUP e que podem seguir por Videoconferência – Plataforma Colibri/Zoom (mais informações).

A tese que a Juliana irá defender tem o título “Avaliação para gestão de coleções em museus: Uma proposta de indicadores de desempenho com basena norma SPECTRUM” e será uma excelente ferramenta para que os museus avaliem a qualidade da documentação das suas coleções.

Apareçam que valerá a pena!