O Sequeira já cá canta Abr28

Tags

Related Posts

Share This

O Sequeira já cá canta

São boas novas as que me trazem de volta aqui. O Museu Nacional de Arte Antiga cumpriu o objectivo de angariar, recorrendo a um bom programa de crowdfunding, o valor que lhe permite comprar a “Adoração dos Magos”do pintor Domingos Sequeira e incorporar uma obra que, segundo o próprio MNAA, é fundamental para a sua colecção.

 

Domingos_Sequeira_Adoracaoo_dos_Magos

Domingos Sequeira [Public domain], via Wikimedia Commons

Embora conheça outros casos que recorreram ao mesmo instrumento (recordo a aquisição pelo Associação de Amigos do Museu de Aveiro de uma pintura de Santa Joana recentemente), este caso teve uma exposição pública maior, graças ao peso do MNAA e da obra que agora passa a ser património de todos nós, suportada por uma parceria exemplar entre o museu e o jornal Público que promoveu a iniciativa, a meu ver, de forma exemplar.

É portanto tempo de dar os parabéns à direcção do museu e a todos os que contribuiram para concretizar este projecto, mas sem nunca esquecer que este tipo de iniciativas, muito meritórias sem qualquer dúvida, não podem substituir o papel do Estado na dotação financeira dos museus que lhes permita ter, de forma continuada, uma política coerente de desenvolvimento das suas colecções.

Haverá, certamente, muitos contibuintes para os quais o dinheiro gasto na cultura seja um desperdício, mas há também muitos contribuintes, entre os quais este vosso amigo, que acreditam que é nosso dever, enquanto sociedade, salvaguardar a nossa memória colectiva (nos bons e maus momentos). Para o fazer é necessário investir em dois sectores fundamentais: educação e cultura. Ficar agradecido por esta manifestação de cidadania, como ontem ouvi da parte do novo Ministro da Cultura, é sinal de boa educação, mas seria muito melhor que nos agradecessem dotando os museus portugueses com orçamentos sérios.