Mário Brito (1953 – 2015) Ago10

Tags

Related Posts

Share This

Mário Brito (1953 – 2015)

Hoje acordei com a triste notícia da partida de um bom Amigo. Deixou-nos o Mário.

Conheci-o nos bancos da FLUP como professor na pós-graduação em museologia, tornou-se um Amigo dos grandes, foi e será sempre recordado por mim como um mestre. Devo-lhe, em grande parte, o meu percurso académico e profissional, porque partiu dele a iniciativa de me apresentar ao Fernando aqui na Sistemas do Futuro para um possível estágio que se tornou numa relação profissional de 15 anos e porque era quase sempre ele que me espicaçava para um novo desafio académico. Felizmente tive a oportunidade de lhe agradecer por uma e outra coisa em vida, mas ficarei para sempre agradecido pelo constante apoio e, acima de tudo, pela amizade.

Além de um bom Amigo o Mário foi sempre um excelente profissional e, por isso, ficamos na cultura e museus muito mais pobres com a sua partida.

Neste momento de dor quero deixar aqui expresso à família e amigos e, de forma especial, à Patrícia o meu profundo pesar.

Até sempre, Mário.