Processos de Musealização: Um Seminário de Investigação Internacional (FLUP)

No âmbito do doutoramento em Museologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) irá realizar-se, de 5 a 7 de Novembro deste ano, o Seminário de Investigação Internacional sobre Processos de Musealização. Este seminário pretende ser um espaço de reflexão e discussão das teorias no âmbito da museologia internacional e a sua aplicação prática nos mais diversos contextos ou circunstância, procurando assim contar com a participação de investigadores de museologia de todo mundo para a apresentação e discussão de trabalhos de investigação no âmbito da museologia. A organização descreve o seminário da seguinte forma:

O Seminário Internacional de Investigação “Processos de Musealização” é organizado no âmbito da Unidade Curricular Estudos de Museus e Curadoria do 3º Ciclo de Museologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, desenvolvendo diferentes linhas de investigação deste Doutoramento: Museus, Coleções e Património; Museus, Património e Conservação Preventiva; Museus, Espaço e Comunicação; Museus e Curadoria.

Como em ocasiões anteriores, este Seminário Internacional pretende afirmar-se como um encontro de investigação multidisciplinar, procurando participações de diferentes áreas e tradições disciplinares e metodológicas, contribuindo, desta forma, para a construção de territórios e práticas de investigação contaminadas. Os estudos teóricos que relacionem criticamente o campo da teoria com as práticas são especialmente bem-vindos.

As diferentes dimensões dos processos de musealização vêm sendo cada vez mais compreendidas enquanto aspetos centrais para pensar os museus como artefactos sociais e produtores de conhecimento. O Seminário pretende ser um espaço para discutir os processos de musealização, explorando os desenvolvimentos teóricos do pensamento museológico contemporâneo e destacando como a sua materialização acontece nas suas práticas.

Neste momento estão abertas as “call for papers” para os interessados em apresentar os seus trabalhos ou submeter um artigo nas seguintes áreas temáticas:

1. Processos de musealização e práticas de mediação (especificamente):

Objectos performativos
Memória e construção de significados
Afetividade e storytelling
Criticidades
Criatividade
Públicos da cultura
Democracia cultural
Interpretação

2. Processos de musealização, coleções e património (especificamente):

Poéticas de colecionar
Práticas de desmaterialização
Paisagens biográficas
Processos de documentação
Digitalização
Storytelling e documentação
Reutilização da informação (COPE)
Museologias Participativas
Museus e Políticas Identitárias
Museus e Desenvolvimento Sustentável
Interpretação/Mediação de Recurso Culturais
Exposição como Subtexto
Interpretação Póscolonial

3. Processos de musealização e curadoria (especificamente):

Teoria e história das exposições
Documentação de exposições
Modelos e estratégias expositivas
Exposições e comunicação
Exposição como medium e lugar de criação artística

4. Processos de musealização e conservação preventiva (especificamente):

História e teoria da conservação preventiva
Vulnerabilidades
Modelos e práticas de avaliação de risco
Alteração/dano/perda
Caraterização e documentação
Previsão e profilaxia
Comunicação
Responsabilidade partilhada/redes colaborativas/sinergias
Valor
Resiliência

Além do “call” poderão também (e deverão no meu entender) participar nas sessões tutoriais do doutoramento, nas quais se pretende discutir os projectos de investigação dos participantes com um grupo de colegas, professores, investigadores, etc. tendo como objectivo principal a recolha de feedback sobre investigações em curso.

Serei a pessoa mais parcial para vos recomendar este seminário (faço parte da comissão científica), mas julgo que será uma excelente oportunidade para discutir de forma ampla os nossos trabalhos de investigação. Espero sinceramente encontrar-vos por lá!