Queremos novos museus?

A ouvir esta reportagem da TSF ficamos a saber que esta colecção interessantíssima e com um potencial (sem conhecer a colecção arrisco dizer) enorme, fruto como muitas outras da vontade, tempo e paixão de uma pessoa, se vai transformar num verdadeiro museu (a expensas do próprio, conforme ficamos a saber na reportagem).

Não querendo aqui discutir o mérito ou não deste caso particular (não teria condições para o fazer, porque desconheço quase tudo o que me permitiria formular uma opinião), sempre que me deparo com iniciativas de criação de novos museus, com tudo o que isso acarreta, penso sempre se não seria melhor criar as condições necessárias para que um outro museu (neste caso o Museu da Música, por exemplo) pudesse integrar esta colecção e a inestimável experiência e conhecimento que este (possível) doador certamente tem sobre os objectos que recolheu com paixão.

Repetindo uma vez mais que não pretendo discutir este caso particular, não posso deixar de questionar, quando confrontado com a criação de novos museus, se precisamos de novos museus? Ou melhor de que novos museus precisamos e o que fazer para melhorar os que já existem?

Alguém quer responder?

© Imagem: TSF/Margarida Serra