A grandeza e a penúria

Felizmente vou conhecendo alguns casos em que pessoas e instituições demonstram durante a presente crise uma grandeza tal que até parece ser mentira. Vou conhecendo alguns, mas queria falar-vos de dois apenas: o desta senhora e o deste fabuloso museu.

A Sr.ª Manuela Almeida, que faz parte do projecto “Um ano na crise” do Público, serve apenas para demonstrar quão grande se consegue ser apesar das dificuldades. Grande porque não vira a cara à luta, enfrenta-a com um sorriso e com um blog onde vende os seus mimos.

O deste museu, um dos meus favoritos em Lisboa, que é casa de uma importante colecção dessa grande artista que foi a Vieira da Silva, porque apesar das adversidades, das dificuldades financeiras, dos problemas conhecidos com os herdeiros da colecção Manuel de Brito, etc. consegue apresentar um projecto tão interessante e importante para o conhecimento da vida e obra de pintora e do seu marido, também artista, Arpad Szenes. Neste caso a criação de um blog de pouco servirá como alento ou ocupação, mas o constante alerta para estas situações torna-se absolutamente necessário, num país que não tem sabido, na minha opinião, distribuir os poucos recursos que tem de uma forma mais igualitária.

Espero sinceramente que a Fundação consiga levar por diante este importante projecto e que o museu continue aberto e nos permita, depois de maravilhados com as obras da artista, mais uns fins de tarde na esplanada do Jardim das Amoreiras.

Imagem: © FASVS