Rocha Peixoto – das Ciências às Humanidades

Para quem estiver no Porto e sem programa logo à noite, sugiro a mesa redonda organizada pela Universidade do Porto intitulada “Rocha Peixoto – Das Ciências às Humanidades” com a presença de Frederico Sodré Borges, professor catedrático aposentado da Faculdade de Ciências (FCUP), Luís Cabral, bibliotecário arquivista da Câmara Municipal do Porto e António Manuel Passos Almeida (meu caro colega e amigo), técnico superior da Casa-Oficina António Carneiro.

António Augusto da Rocha Peixoto foi um arqueólogo e etnólogo português. Nasceu na Póvoa de Varzim, mas veio para o Porto estudar, para o Liceu Central e para a Academia Politécnica, onde acaba por trabalhar como naturalista. Organizou o Gabinete de Mineralogia, Geologia e Paleontologia da Academia Politécnica do Porto (precursora da Universidade). Foi Professor na Escola Industrial Infante D. Henrique e Diretor da Biblioteca Pública Municipal do Porto e do Museu Municipal do Porto.
Chegou a secretariar a «Revista de Portugal» fundada pelo seu conterrâneo Eça de Queirós e colaborou em outros jornais e revistas. Na Póvoa de Varzim fez trabalhos de arqueologia na cividade de Terroso. Duas semanas depois de morrer, o corpo foi transferido do cemitério de Agramonte no Porto para o da Póvoa.
Para além de investigador foi um divulgador de ciência.
A mesa redonda terá lugar no Auditório Ruy Luíz Gomes (4º piso) do edifício da Reitoria da U.Porto (Praça Gomes Teixeira) pelas 21:30h. A entrada é livre.
Eu confesso que tinha planeado ir, mas como tive de rumar a sul temo não chegar a horas.
© Imagem daqui.