Tags

Related Posts

Share This

Museu da Ciência e Universidade de Coimbra

São bons os ventos que correm por Coimbra.

Por um lado a descoberta de uma raríssima colecção de peixes do Brasil, datada do Séc. XVIII, que terá sido recolhida por Alexandre Rodrigues Ferreira na expedição filosófica que realizou por ordem da casa real portuguesa à bacia do rio Amazonas, entre 1783 e 1792. Descoberta porque parece que esta colecção estava “perdida” nos corredores do Museu de Zoologia e agora, no processo de recolha de informação das colecções, terá sido reencontrada pelos responsáveis do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra que estão a fazer, na minha opinião, um dos melhores trabalhos que conheço na reorganização e estruturação deste excelente projecto. É, sem sombra de dúvida, uma excelente notícia, à qual acresce a importância dos planos, mencionados por Paulo Gama Mota e Pedro Casaleiro, que o museu tem para a estudar e expor.

Por outro, a entrada da Universidade de Coimbra para o ITunes U (abre no ITunes U) com conteúdos diversificados e em português sobre diversas matérias e ciências leccionadas na universidade é, também, uma excelente notícia. Eu sou “cliente” habitual do ITunes U e devo dizer que é importantíssimo o papel das universidades para a divulgação do conhecimento e saber através destas novas e apelativas plataformas. É o caminho que já foi traçado por Universidades tão importantes como Yale, New York, Sorbonne, Maryland, Berkeley, MIT e tantas outras e ao qual se deveriam juntar várias universidades portuguesas e do mundo lusófono. História, Linguas, Literatura, Belas Artes, Matemática, Economia são algumas das áreas em que podemos encontrar conteúdos feitos pela UC.