Tags

Related Posts

Share This

Mouseion – 2º Encontro transfronteiriço de Museus (Cáceres)

Normalmente este post sairía para a web no próprio dia da conferência, mas a falta de uma rede wireless e a inexistência de rede Zapp em Espanha não permitiram a sua publicação. No entanto, a importância do encontro, bem como o carácter transfronteiriço que o destaca, fazem com que se torne quase obrigatória a publicação da minha visão sobre este tipo de encontros. Até porque este encontro é especial. Tem o mesmo nome deste blog 🙂

Certamente saberão que a minha área de trabalho, de investigação e de “gosto” nos museus, ou melhor, na museologia é a normalização documental e a gestão de colecções, fruto de um primeiro trabalho num museu nesta área específica. No entanto, desde 2000, sou também coordenador de um projecto muito especial que teve um momento de explosão, mas que hoje em dia se encontra desactualizado nas mais diversas vertentes: o MuseusPortugal.org . Portal dos Museus Portugueses.

Este projecto, nascido em 2000, tem a sua origem no fim de um outro projecto muito importante no contexto museológico nacional, o Projecto Geira da Universidade do Minho. Em 2000 existia um conjunto de informação sobre museus, uma base de dados e uma mailing list com um número considerável de museus que urgia converter em algo que pudesse servir como meio de divulgação de informação sobre os museus, bem como funcionar como uma plataforma para que o público tivesse cada vez mais informação ao alcance dos dedos.

Hoje em dia, por diversos motivos, o MuseusPortugal.org encontra-se desactualizado em relação ao que as tecnologias e a web nos permitem fazer. É um MuseusPortugal 1.0 o que existe neste momento e que está disponível em www.museusportugal.org, muito por causa das dificuldades em termos de recursos humanos e financeiros que um trabalho destes acarreta. No entanto, há um tempo atrás decidimos na Associação Cultura Digital (instituição responsável pelo projecto) dar um salto e actualizar, em diversas frentes, o portal.

Será uma actualização estrutural, com uma filosofia mais consentânea com a web 2.0, com a criação de novos serviços e de uma nova e, esperamos, mais atractiva imagem. Em breve terei notícias sobre a sua actualização em termos de datas, no entanto, um primeiro esquema foi apresentado por mim na mesa redonda sobre Museus e Redes do encontro supracitado e foi recebido, penso eu, com agrado pelo público.

A todos os que contribuem para o MuseusPortugal queria expressar aqui o meu mais sincero agradecimento e dizer-lhes que contiuaremos a contar sempre com o vosso contributo para melhorar a informação que se encontra disponível sobre os museus portugueses na web.