Tags

Related Posts

Share This

Sugestão de leitura

Uma impressionante visão sobre um dos planos mais importantes para a Alemanha Nazi determinado pelo próprio Hitler e os seus mais próximos colaboradores (Goering era um dos principais interessados e beneficiados) que consistia em reunir, sobre a égide do emergente poder alemão, uma grande parte do património cultural distribuído por toda a Europa em Museus e colecções privadas (mormente as de origem judaica).

Héctor Feliciano, com uma escrita simples e eficaz, explica colecção a colecção, famíla a família e museu a museu, a arquitectura delineada friamente pelas mais altas instâncias do poder Nazi num livro com o apropriado título, “O museu desaparecido”.

É daqueles livros que nos enriquecem a cada página que lemos. Uma investigação cuidada e metódica que consegue resultados impressionantes. A não perder!

museudesaparecido

Imagem: daqui.

Editado pela Dom Quixote e à venda na Fnac ou na Webboom.pt.