Tags

Related Posts

Share This

Inventariar?

inventariar.jpg

Imagem: Daqui.

“(…) Com o intuito de alargar os conteúdos disponibilizados no site do Instituto Português de Arqueologia, realizou-se um projecto co-financiado por fundos Feder, através da Unidade de gestão do POC (Programa Operacional da Cultura). Neste projecto pretendeu-se adaptar as informações das fichas de sítios arqueológicos, que se encontram on-line, às novas exigências da actividade arqueológica, tendo-se escolhido para tal os sítios arqueológicos intervencionados no âmbito do Plano Nacional de Trabalhos Arqueológicos – que decorreram entre 1998 e 2004, bem como a mais importante intervenção de arqueologia preventiva em território português – as áreas das barragens do Alqueva, Pedrógão e Álamos.”

Retirado do website desta iniciativa que o IPA organiza.

Já agora aproveito para deixar aqui uma pergunta que me tem intrigado. O que se vai fazer com tanto sistema de informação dentro do património cultural do Estado? Relembro que o IPA, com o Endovelico, o IPPAR com um outro sistema e a DGEMN com outro (para não meter ao barulho o IPM com o Matriz) serão todos integrados no futuro IGESPAR. O que fazer a esta preciosa informação? Sugestões de alguém?