Tags

Related Posts

Share This

Pólo Hermitage

À semelhança do que existe em Londres e Las Vegas também Lisboa vai ter um pólo do Museu Hermitage. Finalmente, segundo a Sr.ª Ministra, Portugal vai ter a possibilidade de incorporar as rotas das grandes exposições internacionais. Isto sem dizer uma única palavra sobre os custos para Portugal e contribuintes deste protocolo na entrevista que deu ontem na SIC Notícias. Confesso também que o Jão Adelino Faria se devia ter preparado melhor para esta entrevista. Facilmente encontrava melhores perguntas a fazer a Isabel Pires de Lima.

Assim sendo temos uma excelente notícia para a área cultural, o fabuloso Hermitage vai mostrar o seu espólio em Portugal, evitando que a malta tenha que dispender muitos rublos para ir a S. Petersburgo. A malta agradece senhora ministra, mas eu acho que a malta agradecia mais se os museus portugueses tivessem realmente melhores condições de trabalho. E não me diga a mim, como teve a lata de dizer ao João Adelino Faria que os museus portugueses têm problemas, mas muito menos do que tinham quando entrou. A questão é que os museus têm agora orçamento para o básico dos básicos. Para terem papel higiénico nas casas de banho, por exemplo, mas ainda não têm para questões obrigatórias na missão do museu, como por exemplo, o estudo das colecções, a criação de exposições, ter um papel determinante na educação, fazer o inventário dos bens culturais que têm a obrigação de salvaguardar… enfim… seria um rol imenso de coisas que estão mal.

Mas deixo-lhe aqui uma sugestão simples. Sente-se numa cadeira de rodas e visite alguns dos museus que o seu ministério tutela para ver as coisas sob outra perspectiva.